Review: Como Fazer Amigos e Enfrentar Fantasmas

Com a chegada da Comic Con Experience, é normal que muitos quadrinistas preparem seus lançamentos para o mês de dezembro. Foi o caso de Gustavo Borges e Eric Peleias, que lançaram o divertidíssimo Como Fazer Amigos e Enfrentar Fantasmas.

O gibi narra a história de Leo, um garoto muito caseiro, mas que é tirado de sua zona de conforto quando é obrigado a passar um dia inteiro com Olívia, “sua nova irmã”. Muito extrovertida e com gostos um tanto particulares, a menina faz com que Leo embarque em uma aventura para descobrir se fantasmas existem. E o melhor: isso tudo se passa nos anos 90!

Por ter vivenciado essa década e passado boa parte da minha infância em frente à TV, me identifiquei imediatamente com o protagonista, o que me fez embarcar na história pra valer. Me diverti, me emocionei e, em alguns momentos, voltei a enxergar coisas simples sob a ótica fantástica das crianças.

É impressionante como a narrativa cativante de Peleias se mescla naturalmente com os desenhos coloridos e cartunescos de Borges. A cada virada de página, aumenta a sensação de que você está lendo uma versão em quadrinhos de um filme da Sessão da Tarde. Dá até vontade de continuar a leitura enrolado em um cobertor ou comendo bolinho de chuva!

Segundo os autores, além de abordar questões como família e o poder que a amizade tem para superar diferenças, “esta é uma história sobre os fantasmas que nos definem ao longo da vida”. Por isso, ao ler Como Fazer Amigos e Enfrentar Fantasmas, esteja preparado para refletir sobre a sua infância e como alguns acontecimentos te marcaram para sempre, de modos positivos ou negativos.

Com 80 páginas coloridas, em formato 17 x 26 cm, Como Fazer Amigos e Enfrentar Fantasmas pode ser adquirido através das redes sociais de Gustavo Borges e Eric Peleias.

2 comentários

Deixe uma resposta