Review: Parque das Luzes

Se você mora ou já visitou São Paulo, deve conhecer o parque Jardim da Luz, o mais antigo da cidade. Mas, o que você provavelmente não conhece é a história de vida de mulheres em situação de prostituição que fazem dos bancos do parque o seu ponto de trabalho.

No livro Parque das Luzes, a quadrinista Cecilia Marins retrata com sensibilidade as memórias, vontades e dificuldades dessas mulheres que, ao contrário do que a maior parte da população paulista pode pensar, são muito mais do que partes de um cenário icônico da região.

A cada página, aprendemos detalhes surpreendentes sobre o mercado da prostituição e como ele se converge com a história de São Paulo e de tantas famílias.

Os desenhos simples e em preto e branco de Cecilia dão à HQ uma cara de zine, sem amenizar o impacto dos acontecimentos narrados ou a riqueza das pesquisas feita pela artista ao lado das jornalistas Maria de Vicentis e Tainá de Freitas.

Outro detalhe importante dos desenhos é que o cenário é valorizado em todos os quadros, provando ser um personagem importante para a história.

Em poucas palavras, Parque das Luzes é uma reportagem provocativa e humana, que nos faz enxergar além do que a nossa zona de conforto nos permite ver. É uma leitura extremamente necessária, mas recomendo que seja feita em um ambiente tranquilo, para que você possa refletir e analisar com calma cada fato retratado ali.

Para adquirir seu exemplar de Parque das Luzes, você pode preencher esse formulário ou simplesmente mandar uma mensagem para a Cecilia em seu Instagram.

Deixe uma resposta