HQ sobre os sobreviventes da bomba atômica em campanha no Catarse

Após quase 2 anos de entrevistas, o jornalista G. Profeta roteirizou o mangá PROJETO HIBAKUSHA, que traz relatos dos sobreviventes da bomba atômica detonada sobre Hiroshima. O livro reportagem está em campanha de financiamento coletivo no Catarse.

PROJETO HIBAKUSHA terá 160 páginas, em português, no formato 17x25cm (com orelhas). A arte fica por conta de Ligia Zanella; o projeto gráfico e a diagramação são de Priscila Nakajima.

A obra tenta responder questões como “o que a detonação da bomba significou para o mundo?” “O que significou para as pessoas que estavam lá — quem são elas e que tipo de sentido elas extraíram daquela experiência terrível?”

Para Profeta, PROJETO HIBAKUSHA é uma forma diferente de contar essa história, que já foi contada tantas e tantas vezes. “talvez, depois de lê-la como uma reportagem em quadrinhos, você possa pensar, também, na sua própria forma de recontá-la, para garantir que as pessoas vão continuar contando e ouvindo… Isso é tudo que nós podemos fazer — e, por isso mesmo, é muito importante”.

Deixe uma resposta