Review: Degenerado

No final de 2020, a editora Nemo lançou o álbum Degenerado, escrito e ilustrado pela francesa Chloé Cruchaudet.

O álbum é Baseado no livro La Garçonne et l’assassin (2011), de Fabrice Virgili e Danièle Voldman, e conta a história real de Paul e Louise, dois franceses que se conhecem, se apaixonam e se casam bem quando está começando a Primeira Guerra Mundial.

O rapaz é chamado para o combate, mas após vivenciar os horrores das trincheiras acaba desertando e vai ao encontro de sua amada em Paris. Longe dos perigos da guerra, Paul precisa viver escondido em um quarto de hotel, pois se for descoberto, será condenado à morte.

Degenerado - Capa

Para dar fim a sua Clandestinidade, Paul decide mudar de identidade, passando a se chamar de Suzanne. Agora, além de lidar com os traumas de seu marido, Louise também precisa ajudá-lo neste processo de identificação com o gênero feminino.

La Garçonne et l’assassin (que inspirou Degenerado) foi escrita com base em um trabalho de pesquisa que merece ser aplaudido de pé. Fabrice e Danièle juntaram recortes de jornais, cartas, documentos judiciais e tudo mais que encontraram a respeito do casal que foi tão comentado na década de 20. Aos poucos, foram encaixando todas as peças do quebra-cabeça e chegaram a um relato bem detalhado sobre Paul e Louise.

Degenerado é uma adaptação impecável dessa obra e, as artes de Chloé deixa tudo mais deslumbrante. Mesmo assim, fiquei muito impactado com os acontecimentos narrados e demorei um tempo para conseguir digerir tudo o que li.

Acontece que Paul sabe ser uma pessoa estúpida, violenta e muito desagradável, mesmo quando assume a identidade de Suzanne. E seu comportamento só vai piorando com o passar das páginas, até chegar a um desfecho surpreendente.

Degenerado - 2

Apesar dos choques que a obra pode causar, Degenerado é uma leitura importantíssima, principalmente porque nos faz perceber que, 100 anos após os acontecimentos retratados, nós avançamos muito pouco em questões de identidade de gênero e sexualidade.

O preconceito enraizado ainda faz com que as pessoas sejam resistentes quando abrimos essas pautas para discussão. Degenerado, não só ajuda a quebrar essas barreiras, como também inspira outros artistas a contarem suas histórias e experiências.

A edição da Nemo é belíssima, com formato 19 x 25 cm, 192 páginas e capa cartonada. Você pode comprar a sua na Amazon, por R$ 69,80.

Deixe uma resposta